sábado, 18 de abril de 2009

O Jiyu Kumite

O jiyu kumite é um método de treinamento no Karate em que aplicamos na prática todas as técnicas de defesa e ataque aprendidas e contidas no kata. Nessa forma de treinamento os oponentes se encontram frente a frente. Ainda que se enfatize a importância do treinamento e aperfeiçoamento do kata para o jiyu kumite não será o suficiente. O estudo dos fundamentos e prática do kata são o requisito principal para o aperfeiçoamento do jiyu kumite. Se ao praticarmos o kata as técnicas forem executadas sem naturalidade ou de maneira forçada, a postura será desajeitada. Consequentemente aplicando essas técnicas de maneira confusa, o jiyu kumite não será aperfeiçoado. Em outras palavras, o aperfeiçoamento do jiyu kumite depende diretamente do progresso em fundamentos e kata, pois kata e jiyu kumite estão interligados. Saiba que é um erro enfatizar um em detrimento do outro, pois em jiyu kumite você precisa ter sempre isso em mente. Se você não dá importância ao treino dos fundamentos de técnicas básicas juntamente com o kata, com certeza de nada adiantará você iniciar o jiyu kumite de maneira prematura. Porque você poderá encontrar alguém que treinou fundamento e kata com profunda seriedade. Certamente tal praticante estará muito mais preparado que você, dotado de técnicas mais apuradas, as quais foram adquiridas com treinamento dedicado. Com certeza um treinamento assim lhe dará suporte técnico se você adotar seriedade mortal, pois é isso mesmo, seu treinamento tem que ser encarado dessa forma. Como se a sua vida dependesse disso para sobreviver e quando falo em seriedade não estou falando em shiai kumite. Aqui não pretendo falar do karate esportivo, mas sim do Karate arte marcial, cuja finalidade é preparar o indivíduo para as situações de defesa pessoal, pois esse é o objetivo principal do Karate-Do. É totalmente contraproducente quando iniciamos alunos prematuramente no jiyu kumite. E o que é pior ainda iniciar o aluno em competições sem o mínimo de conhecimento técnico. Porque na verdade o principiante não está pronto para estar frente a frente com o oponente. Em minha experiência ministrando Karate sempre procuro investir em meus alunos no estudo dos fundamentos e kata, de maneira que possam estar prontos para o jiyu kumite. Se você está praticando jiyu kumite precisa usar de todos os recursos como bloqueio, golpe, soco e chutes devidamente aperfeiçoados. Se você é atacado por um oponente, intercepte o ataque com um bloqueio adequado ao ataque. Em jiyu kumite não fique saltitando ou pulando diante de seu oponente se ajuste ao ataque de modo preciso. Aprenda a bloquear o ataque de seu adversário antes que ele finalize, de tal modo que você possa mesclar bloqueio e ataque em uma única ação. Surpreenda o seu oponente estude estratégia e tática, faça de cada momento oportuno a sua chance de executar toda a sua habilidade de maneira plena. Observe que cada kata sempre começa com shizen tai (postura natural) seguido da primeira técnica que sempre é o bloqueio. Quando estudamos Karate sempre nos ensinaram a usar o kamaekata ( postura de prontidão), pois é necessário para que você esteja pronto para se defender, porém isso se refere ao treinamento sistemático; sem o qual para o principiante é indispensável. Um dos vinte princípios do Karate ensinado por Gichin Funakoshi, décimo sétimo princípio, é que em Karate não existe kamaekata ( postura de prontidão). Porque é na postura shizen tai que você tomará a postura defensiva necessária para se defender ou lutar. O kamaekata é para os principiantes e com o tempo adota-se shizen tai (postura natural). O seu kamaekata está na sua mente calma e serena, nada esperando e a tudo reagindo, pois isso é zanshin (estado de alerta constante) o que todo praticante de Karate precisa desenvolver. Não tem sentido algum você está frente a frente com o oponente e ficar cercando em volta do mesmo sem ao menos saber desenvolver a sua defesa. Advirto que você estude, pesquise e pratique tudo que se refira às técnicas básicas no kihon e aplicando às mesmas os fundamentos, os quais como por exemplo tai sabaki ( esquivar-se do oponente sem que ele toque você e ao mesmo tempo você o golpeie), yori ashi (deslocamento dos pés ao mesmo tempo) e fumidashi (deslizamento dos pés). Esses e tantos outros fundamentos são encontrados no kata. Portanto somente os efeitos cumulativos da prática constante nas técnicas básicas e no kata mostrarão seu desempenho quando você tiver pronto. Aqui deixarei um vídeo da primeira parte do filme "retroceder nunca, render-se jamais", no qual você verá uma verdadeira demonstração de jiyu kumite com técnica apurada brilhando em toda sua perícia. Observe que esse filme começa com todos treinando técnicas básicas e em seguida kihon ipon kumite. Procure captar a essência do Karate entre os dois karatekas durante o jiyu kumite. Veja o uso de bloqueios, golpes, socos e chutes. É nesse sentindo que o nível do jiyu kumite deve ser alcançado. O kata é a essência do Karate-Do e por sua vez é a chave para um bom jiyu kumite altamente desenvolvido pelo estudo e aplicação das técnicas básicas.
Por Rogério Santos sensei 4º dan em Karate shotokan
A fonte deste artigo está em "O Melhor do Karate vol. 3 e 4, Masatoshi Nakayama.
video



2 comentários:

  1. Que pena que parou de postar. Achei muito bom o texto. Abraços. Fernanda

    ResponderExcluir
  2. Olá, Fernanda! Seja bem-vinda! Na verdade continuo postanto vários assuntos. Mas no que se refere ao kumite, por hora só postei esse artigo. No entanto, quando houver oportunidade, postarei algo para enriquecer o kumite. Olhe o arquivo do blog e veja outros assuntos, como exemplo; a técnica olho de tigre. Com meus cumprimentos,oss!

    ResponderExcluir